Meditação e yoga mudra: conheça os benefícios

de Gerusa Polotto em November 12, 2021

Com certeza, em algum momento da sua vida, você já deve ter visto uma clássica imagem de meditação, onde uma pessoa está sentada na posição de lótus, com as mãos viradas para cima e apoiadas no joelho, as pontas do dedo indicador e do polegar em contato.

Esse gesto de unir os dedos é chamado de chin mudra. Cada mudra oferece um efeito benéfico específico e a prática desse sinal vem sendo utilizada há milhares de anos pelo yoga e pelo ayurveda para curar inúmeros problemas de saúde. 

Você já sabe o que é o mudra? Continue a leitura para entender como funciona.

O que é mudra? 

A palavra mudra significa ‘’gesto das mãos’’, mas também pode indicar as posições dos olhos, do corpo e as técnicas de respiração.

Alguns mudras atuam no sistema digestivo, outros no coração, podem servir para o sistema imunológico e até mesmo para reequilibrar uma parte específica do corpo. 

Portanto, de acordo com a ciência do yoga, os mudras estabelecem uma conexão direta entre o corpo, a mente e o campo energético. Os mudras estão relacionados com os cinco elementos da ayurveda, energias que possuem aspectos físicos e espirituais no corpo. Circulam através dos nadis, canais de energias e têm os pontos finais nos dedos: 

  • Polegar: representa o fogo, Sol e energia pura;
  • Indicador: simboliza o ar e a energia em movimento;
  • Dedo médio: representa o éter, expansão e abertura;
  • Dedo anelar: relacionado a terra, solidez e aterramento;
  • Dedo mindinho: simboliza a água, líquidos, as características de mobilidade e adaptabilidade. 

Como fazer meditação? 

Você que é novo no universo do yoga, sabe como meditar?

Apesar de ser mais fácil de praticar a meditação e yoga em aulas específicas, locais próprios, com professores, você pode realizar a técnica em qualquer outro ambiente, como por exemplo, na sua casa.

Pratique diariamente, por cerca, de 5 a 20 minutos, para que seu corpo se habitue aos movimentos, à respiração correta e às posturas mais complicadas.

Reserve um tempo diário

Você pode escolher fazer o yoga mudra logo ao acordar, para iniciar as atividades rotineiras com menos ansiedade e mais concentração nas tarefas. No meio do dia, o método pode ser eficaz para reajustar seu foco nas atividades. No final do dia, pouco antes de ir dormir, para acalmar sua mente. 

Separe um local calmo

É fundamental que você esteja em um espaço tranquilo, sem barulho e distrações e que consiga se sentar e se concentrar em todos os movimentos e na respiração. 

Comece com posturas fáceis e confortáveis

O mais comum de ser feito é a postura de lótus, que consiste em você ficar sentado com as pernas cruzadas, com os pés sobre as coxas e com a coluna endireitada. 

Apesar disso, ela não é obrigatória em todas as sessões da meditação, por isso, você também pode escolher outras posturas que irão trabalhar seu chakra. 

Vista roupas flexíveis e que sejam confortáveis

Escolha roupas que permitam conforto em qualquer horário do dia e que ajudem nos  movimentos que serão executados. 

Continue no blog para conhecer mais sobre o universo do yoga. No nosso site, você encontra as melhores roupas para meditação. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Os comentários devem ser aprovados antes de aparecer


Voltar ao topo